Diabetes pode levar à cegueira

Uma das principais causas de cegueira no mundo é proveniente da diabetes, a retinopatia diabética. Dados mostram que após 10 anos de diabetes, a retinopatia atinge 50% dos pacientes e após 30 anos o índice sobre para 90%.

E o que seria esta tal de retinopatia diabética?

“A retinopatia diabética é uma alteração na retina. Os olhos possuem uma camada nervosa interna que possui a maior concentração de oxigênio do corpo humano, sendo por isto, o local onde os efeitos iniciais da doença se manifestam sob diversas formas”, explica J.H.Tamburini, especialista em Oftalmologia do Conselho Brasileiro de Oftalmologia.

Retinopatia

Em pacientes insulinodependentes é essencial o controle rigoroso, de modo a atrasar o aparecimento e diminuir o avanço da doença, já que nestes pacientes a retinopatia diabética apresenta um comportamento mais agressivo. E uma vez que tenham ocorrido alterações retinianas é necessário um tratamento oftalmológico específico, porque mesmo com a normalização da glicemia as alterações não apresentarão uma melhora significativa.

Existem dois tipos de retinopatia diabética:

Retinopatia diabética Não Proliferativa: é menos agressiva e é considerada um sinal de alerta para o paciente. Digamos que ela é o estágio inicial da doença e pode provocar uma leve/moderada diminuição da visão.

 Fase Inicial

Retinopatia Proliferativa: não é comum, sendo a mais agressiva e prejudicial à visão. Ela pode causar a perda total da visão pelo descolamento da retina e/ou hemorragias vítreas.

Retinopatia Proliferativa

Os sintomas são silenciosos e não há dor, sendo, em geral, a vista embaçada o sintoma mais comum, que pode ser causada por sangramento devido ao rompimento dos vasos da retina, o que provoca manchas ou pontos escuros na visão. A perda visual às vezes é um sintoma tardio que é resultado de uma situação agravada.

Como essa doença é praticamente imperceptível, principalmente por não apresentar sintomas prontamente identificáveis, é importantíssimo aos diabéticos realizarem consultas regulares ao oftalmologista, ao menos uma vez por ano. Fica claro então que o melhor tratamento é a prevenção, mas quando a doença já está instalada o tratamento é feito com laser verde, o que não permite e recuperação total da visão caso tenha ocorrido uma perda no estágio inicial da doença, porém evita seu progresso.

Mais informações sobre a retinopatia diabética podem ser consultadas no Portal da Oftalmologia.

Pin It
Artigos relacionados
Curiosidade: Problemas na retina causados pelo Bungee Jump
2013-01-31 04:51:54
Curiosidade: Problemas na retina causados pelo Bungee Jump
Bungee jump é um esporte radical que foi criado nos EUA, há cerca de 10 anos atrás, e consiste em
Implante de chip de retina poderá devolver a visão para ce
2013-01-11 04:36:14
Implante de chip de retina poderá devolver a visão para ce
Em 2009, cientistas da Universidade Stanford, na Califórnia (Estados Unidos), criaram um sistema qu
Menos de um terço tomam cuidados necessários à saúde dos
2013-01-08 12:34:12
Menos de um terço tomam cuidados necessários à saúde dos
Menos de um terço das pessoas tomam as medidas necessárias para cuidar e preservar a saúde dos ol
CedThumbnails

Mais lidas
Steve Jobs - estilo e sofisticação que
Steve Jobs - estilo e sofisticação que
Steve Jobs, o visionário de Camisa preta que fundou a Apple em uma garagem no Vale do Silício.
Curiosidade: Problemas na retina causado
Curiosidade: Problemas na retina causado
Bungee jump é um esporte radical que foi criado nos EUA, há cerca de 10 anos atrás, e consiste em
CedThumbnails

Complete seu cadastro

E-mail*:
Nome*:
Sexo*:
Data de nascimento*:Calendário
Profissão:


  • Oculos 1
  • Oculos 2
  • Oculos 3
  • Lentes Escuras